CAMINHOS ESCONDIDOS (Parte 2)

Texto & Fotos: Robert Ager

Explorando esta região pouco conhecida entre a Serra do Mar e o oceano, na divisa de São Paulo com o Paraná, descobrimos mais uma vez que o Brasil tem muito a oferecer.

Veja esta matéria na íntegra na Edição #6 da REVISTA OVERLANDER

Parte 1 aqui >>>>

025_OverlanderBrasil_Caminhos

AVENTURA NA ÁGUA

Usando a bem localizada e estruturada Pousada Hakuna Matata como base, os próximos dois dias seriam mais ativos e prometiam muita aventura, começando com boia-cross no Rio Nhundiaquara.

Nosso dia estava sendo organizado pela Calango Expedições, a melhor agência para aproveitar ao máximo seu tempo e atividades ao ar livre na região. Meia hora depois e já estávamos carregando nossas boias até a água para descer e nos aventurar pelas corredeiras. Começando como pretendíamos continuar, a Grace virou logo no início, tentando subir na boia. No entanto, para ser justo, ela foi de longe a melhor no decorrer do dia e me fez passar vergonha, junto com o Renato, pois quando enfrentamos as corredeiras mais fortes acabamos tombando e ficando mais tempo na água do que gostaríamos — e ela passou ilesa!

Foi uma manhã muito legal, com um equilíbrio perfeito de adrenalina e paisagens lindas do rio. Da água, você tem uma perspectiva completamente diferente da floresta tropical — uma que lhe dá muito mais a sensação de estar bem isolado.

021_OverlanderBrasil_Caminhos

O ALMOÇO

Depois de toda aquela atividade, estávamos mais do que prontos para repor as energias e almoçar na cidade. Ninguém pode vir a Morretes e não experimentar o tradicional barreado. Durante o fim de emana, todo restaurante à beira do rio oferece o “melhor barreado” da cidade e as pessoas, especialmente curitibanos, descem para viver essa experiência. Nós mal podíamos esperar e seguimos rumo ao altamente recomendado Empório do Largo.

029_OverlanderBrasil_Caminhos

Situado às margens do rio, com um impressionante terraço com vista para a água, este é um dos lugares mais pitorescos e cheios de histórias para relaxar e desfrutar este famoso prato. Nossa anfitriã cuidou muito bem de nós, garantindo que recebêssemos o melhor serviço possível.

022_OverlanderBrasil_Caminhos

Nosso garçom não só explicou a história e a receita, como também preparou o prato em grande estilo e fez o teste: colocou o prato de ponta-cabeça sobre a cabeça do cliente! Depois disso, obviamente o desafio estava lançado e todos quisemos tentar fazer o mesmo teste, embora muito apreensivos. Deu certo, pois ninguém acabou com o almoço na cabeça!

023_OverlanderBrasil_Caminhos

OFF-ROAD E CACHAÇA

Totalmente abastecidos e prontos para seguir, combinamos de fazer um roteiro passando por algumas estradas de terra e áreas rurais. Guiados pela Calango, tivemos uma agradável tarde explorando os lugares menos conhecidos, aproveitando ótimas vistas e aprendendo um pouco sobre a região.

047_Caminhos copy

Algo que desconhecíamos é a crença de que a região seja a mais antiga produtora de cachaça do país. Para descobrir mais, decidimos terminar o nosso passeio com uma parada na Casa Poletto, onde recebemos uma visita guiada, aula de história e, claro, uma degustação! O proprietário é uma figura bem conhecida e faz qualquer visita virar um show. Seja a mais antiga ou não, podemos definitivamente dizer que a cachaça é muito boa!

026_OverlanderBrasil_Caminhos

CACHOEIRA E CERVEJA

Para o nosso último dia em Morretes, acordamos cedo e estávamos na estrada antes mesmo do café da manhã, pois queríamos evitar as temperaturas extremas. Normalmente, é quente e úmido aqui, mas parece que escolhemos uma das semanas mais quentes do ano — com temperaturas passando dos 35˚C!

027_OverlanderBrasil_Caminhos

Hoje iríamos conhecer a cachoeira Salto da Fortuna. A caminhada de uma hora e meia até ela leva você através da floesta tropical em uma trilha. Embora tranquila e leve na maioria dos lugares, envolve algumas travessias de rio que exigem um pouco mais de atenção e calçados adequados. O esforço é mais do que recompensado quando você chega à espetacular queda de 50 metros, desabando em uma enorme e bela piscina natural.

028_OverlanderBrasil_Caminhos

O percurso, como sempre, foi muito mais rápido na volta e novamente, após queimar energias na trilha, estávamos com um pouco de fome e ansiosos para almoçar no charmoso Bistrô Manjericão. Mais uma vez, não conseguimos resistir à iguaria local, principalmente porque você só a encontra aqui, então experimentamos novamente o barreado. Um estilo muito diferente do que no dia anterior, mas delicioso também, em um ambiente dentro da floresta, íntimo e pessoal.

031_OverlanderBrasil_Caminhos

O dia foi coroado por mais uma surpresa. Ao fazer o check-in em nosso charmoso chalé na encantadora Pousada Graciosa, nossa anfitiã mencionou que o marido administra uma cervejaria artesanal e nos convidou para uma degustação. Que sorte! Cerveja top, lugar lindo e papo ótimo! O único tom de tristeza era que estávamos nos despedindo do Renato, que voltaria para Curitiba, mas agradecemos muito a ele pelo apoio e seguimos nosso roteiro.

032_OverlanderBrasil_Caminhos

TRAVESSIA PARA GUARAQUEÇABA

Os últimos dois dias seriam para explorar a travessia de Morretes a Guaraqueçaba, seguindo pela estrada de terra que serpenteia entre a serra, várias lagoas e o oceano. Tínhamos sido avisados de que a estrada poderia ser bastante desafiadoa, mas para ser honesto, achamos bem tranquilo — alguns buracos e um pouco de lama, mas nada que qualquer carro não pudesse passar cuidadosamente. Na chuva, obviamente, seria um pouco diferente e levaria mais tempo.

034_OverlanderBrasil_Caminhos

Embora as cenas fossem lindas, o tempo mudara de novo e, quando chegamos a Guaraqueçaba, chovia torrencialmente. Para piorar as coisas, tínhamos perdido o aniversário da cidade por um dia e tudo estava fechado. Era a combinação de um fim de semana inteiro de festa com um clima desagradável, e parecia que a cidade inteira estava de ressaca! Felizmente, a Pousada Bambuza é excelente, e conta com um incrível terraço com  vista para o mar.

036_OverlanderBrasil_Caminhos

O tempo estava se esgotando e tivemos que deixar para a próxima vez as várias opções de passeios de barco pelos arredores e ilhas. No entanto, ainda tínhamos tempo para o que realmente havíamos planejado fazer, uma visita à Reserva Natural Salto Morato. Um refúgio de floesta tropical para fauna e floa raras, é também onde fia a queda d’água do mesmo nome que, com mais de 100 metros de altura, é a maior de toda a região.

037_OverlanderBrasil_Caminhos

Com um moderno centro de informações, trilhas bem marcadas e várias atrações, você pode facilmente passar o dia inteiro aqui. Porém, tivemos apenas a manhã e nos concentramos na caminhada até o Salto Morato, que não decepcionou. Enorme e impressionantemente majestoso, situado no coração da floesta, mais do que justifia a viagem até aqui.

038_OverlanderBrasil_Caminhos

Nossa aventura terminaria com o retorno até Morretes, a subida pela Serra da Graciosa e depois outra passagem sem trânsito pelo Cafezal. Aproveitamos demais nosso tempo por esta região — outro cantinho pouco conhecido deste país maravilhoso. Não muito distante de São Paulo ou Curitiba, é uma excelente opção para fins de emana prolongados ou feriadão.

Veja esta matéria na íntegra na Edição #6 da REVISTA OVERLANDER

Parte 1 aqui >>>>

Ediçao #7 Chegou

01a_SingleMag

Melhores Preços na Loja Overlander

01-SideBarAd_50

Coleção Overlander

10b_New_all_Items_blue_sidebar

Conheça os Livros

01_Capa_500x385
01a_DayTrippers_SidebarAd
01_Capa_500-sidebar
02_CYD_APM_sidebar
03_CYD_BPT_Sidebar
Livro_standing_3D_shadow_sidebar
01a_Capa_livro_ViajologoExi_500x385
02a_Capa_livro_ViajologoExi_500x385
03a_Capa_livro_ViajologoExi_500x385
04a_Capa_livro_ViajologoExi_500x385

Deixe uma resposta