Restauração de Guincho

Se o seu guincho acabou “ficando parado” e precisa de atenção, é possível “ressuscitá-lo”. Sem dúvida valerá a pena!

02_Winch

Acompanhamos, ao lado da Tecmin, a restauração completa de um guincho WARN XD9000i que parecia “não ter conserto”. Ele voltou novinho em folha e brilhando. Relatamos aqui todos os passos que foram feitos neste processo.

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO

003_Guincho

Para garantir o reparo correto é necessário primeiro identificar o modelo do seu guincho.

Isso ajudará bastante no andamento do serviço, em especial com a busca e pedido de peças.

Com o número de série você obtém a data de fabricação, então vale a pena tê-lo registrado. Nesta etapa, o guincho também é fotografado.

2. TESTE E AVALIAÇÃO

004_Guincho

Após a identifiação, é feito o teste do equipamento.

Esta etapa é muito importante para que o serviço seja feito por completo e com total eficiência.

São testads todas as funções do guincho e identifiados os problemas e peças necessárias para reposição.

3. DESMONTAGEM

005_GuinchoCada etapa é feita com muito cuidado e em ordem específia.

É muito importante trabalhar sempre de forma organizada, separando e identifiando as peças de acordo com a respectiva etapa.

Isso facilita, e muito, a remontagem.

Na desmontagem, é feita também uma avaliação de cada peça, e conforme o resultado, define-e a necessidade ou não de reposição.

4. LIMPEZA E LAVAGEM

006_GuinchoCom tudo desmembrado, são feitas a lavagem e a limpeza.

Nessa fase, cada peça passa por um processo envolvendo lavagem com água, em alguns casos querosene, desengraxante (quando toda a graxa antiga é removida) e a tradicional escova de aço.

O objetivo é tirar qualquer sujeira, de todas as peças, individualmente.

5. ANÁLISE E TROCA DE PEÇAS

007_GuinchoAgora que está tudo limpo, livre de qualquer sujeira, é possível fazer uma análise minuciosa de todos os componentes, desde retentores, buchas, engrenagens, parafusos, fiação etc.

Nesta etapa, talvez seja necessário repor mais algumas peças, que anteriormente não tinham sido identifiadas como “problemáticas”.

6. PINTAR

008_GuinchoTodas as peças são submetidas à pintura, mas antes disso são lixadas e é também sobreposto um fundo de proteção, para depois aplicar a tinta final.

7. REMONTAGEM

009_GuinchoCom tudo consertado, limpo, pintado e algumas peças repostas, o processo de remontagem começa.

Segue-se a ordem inversa da desmontagem, mas em algumas etapas é feita também a lubrifiação.

Cuidado, pois se a lubrifiação for feita de forma equivocada, pode comprometer o bom funcionamento do seu guincho.

8. ACABAMENTO

010_GuinchoA fim de que o erviço siga o melhor padrão de qualidade, para fializar, são instalados os adesivos – desde os que comunicam alguns cuidados até os de identifiação e reconhecimento da marca.

Esta é a “cereja do bolo”!

DICAS

  • Ao desconectar ou retirar seu guincho do carro, recomendamos marcar os cabos elétricos para facilitar a montagem depois.
  • As reparações são mais fáceis e seguras quando o guincho é retirado do veículo e o trabalho feito em uma bancada apropriada.
  • Para evitar que alguma peça seja perdida, organize todas elas em recipientes (potes ou caixas) separados e identifiados por “etapas” ou “partes do guincho”.

SERVIÇO

Recomendamos a Tecmin. Eles estão localizados em Santa Catarina e o serviço leva em torno de 15 dias. O valor varia, dependendo do estado do seu guincho e do número de peças a serem repostas. Apenas para se ter uma ideia:

  • Limpeza simples custará em torno de R$ 200.
  • Revisão completa pode variar de R$ 500 a R$ 2.500.
  • Há também o custo do frete, que depende da sua localização.

www.warn.com.br
vendas@warn.com.br

011_Guincho

Ediçao #7 Chegou

01a_SingleMag

Melhores Preços na Loja Overlander

01-SideBarAd_50

Coleção Overlander

10b_New_all_Items_blue_sidebar

Deixe uma resposta